bitwizardry

Membro
  • Content Count

    82
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

bitwizardry last won the day on March 5

bitwizardry had the most liked content!

Community Reputation

69 Excelente

1 Follower

About bitwizardry

  • Rank
    Membro Bronze

Recent Profile Visitors

1,092 profile views
  1. Olá Bitwizardry....

    Me seguir? rsrsrs. Tenho nada para mostrar.... rsrsrs. Abraço

    1. bitwizardry

      bitwizardry

      Kkkkkkkkkk, a amizade é o que vale!

  2. Parabéns pela iniciativa amigo. Uma questão: você está usando simulated annealing no processo de otimização pós-geração?
  3. Foi o que eu imaginei, basta fazer as contas: Probabilidade do acerto de 9 pontos = 0,32154 Numero de tentativas = 10 Numero de sucessos = 3 Usando a distribuição binomial, temos 0,2639 de probabilidade desse tipo de evento ocorrer. Multiplicando 3.2MI * 0,2639 = 844.480 combinações, aproximadamente.
  4. Pelas minhas contas, a probabilidade desse evento ocorrer é de 0,26396984099844 (apenas 3 acertos para 9 pontos) Faça uma experiência agora: passe apenas esse filtro e ignore os outros de acertos diferentes. Desconfio que sobrarão cerca de 800 a 850 mil combinações, independentemente dos sorteios.
  5. Muito interessante, era algo nesse sentido que eu estava procurando... Vasculhei novamente o paper e encontrei as respostas das minhas próprias perguntas... rsss "... em sua forma mais geral, (a / b) x = c / d, tem para termos: a - número de casos favoráveis à não ocorrência de certa combinação de jogo; b - número de todos os casos possíveis relacionados à mesma combinação; c - igual a 1 para encontrar o atraso normal e o atraso máximo; igual a 1,50 e 0,50 para a pesquisa do limites de variabilidade do atraso normal; d - número de combinações que podem ser compostas com os 90 números relativos ao jogo sendo considerado para a busca do atraso normal, e igual ao número de todos os casos ocorridos desde 1871, relativamente para o jogo em questão, para encontrar o atraso máximo." Eventualmente, esqueço de uma sigla que já salvou minha vida muitas vezes, "R.T.F.M" = "Read The Fucking Manual" Ler direito o manual, sempre ajuda.. Abraço Paulo.
  6. Amigo @suelsilva Te recomendo estudar e entender de cór a natureza das distribuições HiperGeométrica e Binomial, são elas que regem o universo das loterias. https://en.wikipedia.org/wiki/Hypergeometric_distribution https://en.wikipedia.org/wiki/Binomial_distribution
  7. @Sphgf e @DixieJoe O procedimento que eu descrevi já é utilizado dentro das ciências estatísticas há uns 100 anos, nenhuma novidade. A única observação que faço, é que como o "range total" da distribuição hipergeométrica quase sempre é um range de valores muito curto, é praticamente impossível "setar" o intervalo de confiança exato desejado, mas algo aproximado dele. O que mais se aproxima de uma "distribuição normal" em se tratando de filtros de loteria, é os Filtro das Somas, pois a curva é perfeitamente simétrica. Sobre o paper dos italianos, eu já tinha visto e tentei traduzi-lo por inteiro para entender o raciocínio e a proposta dos autores, mas o google translator traduziu apenas as primeiras páginas.. Fui direto à formula e não entendi o significado das variáveis, que são a,b,c,d,x. (a/b) ^ x = c / d onde... x = (log(d) - log(c)) / (log(b) - log(a)) Se alguém entendeu o que significa os valores de a,b,c,d, poderia ajudar no debate. Minha fórmula alternativa é uma variação da fórmula da distribuição geométrica: Probabilidade de saída = 1. - Math.Pow(1 - p, x + 1) Onde: p = probabilidade do evento x = numero de tentativas Na prática: Se você estiver lançando um dado, estando interessado na ocorrencia de um determinado lado, qual é o nível de certeza do sucesso após de 5 falhas consecutivas? p = 0.16666 x = 5 Probabilidade de saída = 1 - (0.8333 ^ 6) = 0,665100415806113 Se fossem 20 tentativas, probabilidade de saída seria 0,978262923733175 Se alguém conseguiu desenvolver um cálculo alternativo levando em consideração outro fator, estarei interessado em conhecer. @Sphgf Sobre a sua sugestão de filtro baseado nos ultimos 10 concursos, achei interessante. Vou implementar aqui e depois te informo os resultados.
  8. Amigos, Li os posts por cima, creio que uma das dificuldades discutidas seria determinar os valores de min e max de cada setup de filtro. Isso é feito com muita facilidade, se utilizarmos o conceito de intervalos de confiança. Intervalos de confiança nada mais são do que um range de valores, calculado em nº de desvios padrões, para baixo e para cima, a partir da média. Vejamos na prática: Suponha que você queira determinar o range de dezenas pares do seu filtro, com 0.95% de confiança, as contas ficariam assim: v = 25 k = 12 t = (min, max) ? m = 15 Média = m * (k / v) = 7,2 Variância = m * (k / v) * ((v - k) / v) * ((v - m) / (v - 1)) = 1,56 Desvio Padrão = 1,248 (raiz quadrada da Variância) Min = Média - (Desvio Padrão * 1.96) = 7,2 - (1,248 * 1.96) = 4,75 Max = Média + (Desvio Padrão * 1.96) = 7,2 + (1,248 * 1.96) = 9,64 Portanto... v = 25 k = 12 t = (min = 4,75, max = 9,64) m = 15 Agora arredondamos os valores utilizando a função Math.Round: t = (min = 5 max = 10) Ou, utilizamos as funções Math.Floor e Math.Ceiling, a gosto do cliente. O valor 1.96 é o multiplicador de numeros de desvios padrão, que pela tabela normalizada, equivale a 0.95% dos valores. Se quisermos apertar os filtros, basta manipularmos esse valor. Basta observar a tabelinha abaixo:
  9. Exatamente, mas não estou me baseando em 0.95% dos resultados anteriores da loteria, estou me embasando no universo total das combinações, são coisas completamente diferentes.
  10. Você quer determinar os valores de min e max de cada filtro? Seriam os Intervalos de Confiança? https://pt.wikipedia.org/wiki/Intervalo_de_confiança Sim, 0.95% de cobertura em cada filtro, individualmente.
  11. Um logarítmo pode facilitar essas contas, desde que mudemos a pergunta. A pergunta deveria ser: "Se pretendo apostar na Lotofácil com x bilhetes, quantos filtros de y% cobertura eu deveria aplicar em todas as combinações possíveis?" Observe que são 3 variáveis envolvidas: c = Universo total de combinações m = Qtd de bilhetes apostados p = Cobertura por filtragem O logarítmo seria: Math.Log(m / c, p) Na prática: se você quisesse apostar em 20 bilhetes e fosse aplicar uma bateria de filtros de 0.95% de cobertura, quantos filtros seriam necessários? Math.Log(20/ 3.2MI, 0.95) = 234 filtros aproximadamente...
  12. Amigo, você poderia explicar por gentileza como você treinou a rede? Qual função de ativação foi utilizada? Qual linguagem você programou? A única coisa que entendi pelo print são os acertos de 0 a 6 dezenas e suas respectivas ocorrências.
  13. @Rodolfo822 já postou a lista atualizada.
  14. Nem tanto, se você souber processar da forma correta, em "baixo nível" e em paralelo. Essa é a combinação que mais acertou 11 pontos: 01,03,04,05,06,09,11,13,17,18,20,22,23,24,25 - 222 vezes E essa é a que mais acertou 11 ou mais pontos: 01,02,03,04,05,07,10,11,13,17,18,20,23,24,25 - 258 vezes A combinação campeã dos 11 pontos em ocorrencias representa 0,1243% do histórico, pouco acima do valor esperado Se você quiser as 10 mais ou 20 mais, eu posto aqui.
  15. http://ljcr.dmgordon.org/show_cover.php?v=40&k=15&t=6 Essa é a menor encontrada nos últimos 20 anos. 2958 linhas.